Follow by Email

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Once Juliet, always Juliet

Coloco camadas em volta de mim. Camadas sobre camadas, procurando colmatar o que falta, o que falha, o que, possivelmente, até ao fim faltará.

Tu chegas e roubas camadas de mim. Uma por uma. De forma segura. Tu sabes o que fazes. Tens a certeza do que queres. A ti, ao contrário de mim, nao te importuna o que possas ver. Sabes que por mais camadas que carregue, serei sempre a Julieta...

É por isso que, de frente para ti, agora me dispo. Estou nua de tudo. Estou nua para ti. Estou nua de medo. Sou tua, a tua Julieta.
 
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário