Follow by Email

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014


O meu anti-depressivo de eleição: comprar botas.
Tem a vantagem de se poder misturar com álcool.


quarta-feira, 22 de janeiro de 2014



Eu e o meu colega de trabalho ainda estávamos a terminar umas coisas quando as senhoras da limpeza entraram. Como tínhamos mesmo que ficar para além do horário habitual, elas decidiram limpar connosco ali. Entre esfregonas, panos do pó e detergentes, quando uma delas estava mesmo junto às nossas secretárias, surgiu uma conversa muito interessante:

1ª Senhora: Cuidado com os pés...
Eu: Sim, não varra os pés aqui ao N, ou então ele não se casa!

1ª: Senhora: Era mais por causa de vocês não escorregarem. Não vos quero ver cair.

Eu: (A rir) Ah! Pensei que estivesse preocupada com o nosso futuro!

2ª Senhora: Olhe que entre casar e cair, nem sei o que será melhor! Muitas vezes mais valia um grande trambolhão!


Tendo em conta o que ouço e vejo por esse mundo fora, acho que a senhora tem razão...



terça-feira, 21 de janeiro de 2014


Porque somos umas incompreendidas, tudo o que facilite a leitura -Ajuda!
{mas não soluciona o problema...}


quinta-feira, 16 de janeiro de 2014


Ora aqui está uma tarefa difícil para quem vive sozinha... fechar ou abrir um vestido que tenha fecho atrás!
Não é nada fácil, por mais ginástica que eu faça, ter elasticidade suficiente para esta proeza. Às vezes lá corre bem, mas quando encrava... é uma chatice.
Já me aconteceu sair de casa com o fecho a meio e pedir à senhora da papelaria da esquina para me fechar o vestido!
Coisas.... 

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014


Muito, muito bons para dar um belíssimo pontapé no traseiro a certas pessoas...
Agora, se os acham fashion e tal e coiso, usem-nos à vontade mas aqui a minha pessoa não lhes vê outra utilidade para além da referida.
E quero lá bem saber se são Louboutin ou não.
Eu precisava de fazer uma lobotomia para os usar e agradeço que quando os usarem passem ao largo da minha pessoa não vá o diabo tecê-las, sim?!
Obrigadinha.


segunda-feira, 13 de janeiro de 2014


Falando de hortas e terrenos com a mãe...

Mom: Agora falas assim mas quando casares ainda hás-de querer ter uma.
Eu: Não sei não. Por isso é que vou casar com um empresário e ter como amante um agricultor.
Que é como quem diz...
Love with benefits!

Capiche???? :)))

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014


Há lá melhor coisa...
do que o amor da minha avó reflectido num doce de abóbora com nozes?
Avó do coração, sempre que tiveres Amor extra para dar, faz doce de abóbora.
Esta 8ª maravilha faz a tua neta muito feliz!
E muito gorda também... by the way. :)

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014


Sentiram a minha falta???

Pois bem... estou de volta depois de algum tempo desaparecida da blogosfera!!!

Mas isso é passado, estou de volta às lides "blogásticas"